Melhores redações do Enem 2017

Dos milhares de participantes que realizaram as provas do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem 2017, mas apesar de muito importante na composição da nota final apenas 77 participantes conseguiram obter a nota máxima na prova de Redação do Exame.

O tema da redação do Enem 2017 foi “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”, um tema amplo que aborda diretamente a inclusão social dos portadores de deficiência auditiva. Nesta edição os participantes realizaram a prova de Redação logo no primeiro domingo de aplicação das avaliações.

O resultado individual do Enem 2017 foi divulgado no dia 18 de janeiro, no entanto os participantes só terão acesso ao espelho da redação 60 dias após a data em que foi divulgado o resultado final.

O que fizeram os participantes que redigiram as melhores redações do Enem 2017

Possíveis Temas de Redação do Enem 2017Aplicada no primeiro dia de avaliações, a prova de redação do Enem 2017 teve o objetivo de testar os conhecimentos linguísticos formais do participante e sua experiência e conhecimento sobre o tema proposto.
Durante a avaliação, os participantes precisaram escrever um texto dissertativo argumentativo de no máximo trinta linhas tendo como base pequenos textos motivadores oferecidos relacionados ao tema proposto.

Apenas na prova de redação os participantes do Enem 2017 podem obter 1000 pontos, sendo esta a chave de uma boa nota final no Exame.

As melhores redações do Enem 2017 seguiram algumas dicas básicas para obter uma boa nota, então se você também deseja que sua redação na próxima edição do Enem seja nota 1000, siga as dicas aqui listadas:

  1. Cuidado para não copiar os textos de apoio. Os textos são oferecidos como forma de auxiliá-lo e copiar parte deles ou todos, é motivo para receber nota zero na prova.
  2. Desenvolva um texto com mais de 7 linhas. Textos com até 7 linhas recebem nota zero na redação do Enem, escreva um texto dentro do que foi estabelecido usando 30 linhas.
  3. Não desenhe na folha de redação. O objetivo é testar seu domínio e conhecimento da língua escrita e não se você é um bom desenhista.
  4. Fique atento aos Direitos Humanos. O seu texto deve propor uma solução para o tema proposto obedecendo aos Direitos Humanos. Ofensas, preconceitos raciais, discriminação etc., são motivos para que sua redação receba nota zero.
  5. Transcreva sua redação utilizando caneta de tinta preta. Todo o Exame deve ser realizado com caneta esferográfica de tinta preta feita com material transparente. Caso tenha feito um rascunho a lápis, utilize caneta com tinta preta para transcrever sua redação para folha própria.

Geralmente os temas propostos para elaboração das redações do Enem têm haver com assuntos de relevância social, presentes no cotidiano dos participantes. Por isso procure ficar bem informado, acompanhando os principais meios de comunicação, como telejornais, revistas, jornais impressos, blogs e sites de notícias, etc.

Correção das redações do Enem 2017

Na correção das redações do Enem 2017 foram observados se os participantes tem o domínio da norma padrão da Língua Portuguesa, compreensão da proposta da redação, souberem selecionar e organizar as informações, demonstrar o conhecimento necessário para argumentar o texto, capacidade de elaborar uma proposta de solução para os problemas abordados respeitando os direitos humanos.

A correção foi realizado por dois especialistas diferentes e nos casos onde as divergências entre as notas for maior que 100 pontos ou maior que 80 em cada um dos 5 itens avaliados, um terceiro especialista realizou a correção. Mas se mesmo assim ainda houver divergências a redação foi corrigida por uma banca composta por três especialistas que determinaram a sua nota final.

Em março todos os participantes terão a oportunidade de conferir como foi atribuída suas notas na prova de redação do Enem 2017 através do espelho de correção que será divulgado no site http://enem.inep.gov.br.

Apostila do Enem 2018

Quer que sua nota na redação do Enem 2018 esteja entre as melhores? Então conheça o curso de redação da Apostila do Enem 2018, um dos cursos mais completos para que deseja obter sucesso no Enem.

O material de estudos mais completo que existe no mercado, com matérias de todas as 4 provas e o melhor curso de redação para auxiliar a conseguir nota 1000 na prova. Clique no link e obtenha mais informações e é claro compre a sua Apostila Digital do Enem 2018 que enviaremos para qualquer região do Brasil.

E se quiser saber mais visite a nossa página do Enem 2018 no facebook, curta e compartilhe.

Desafios para a formação Educacional de Surdos no Brasil

: Redação do Enem 2017: Desrespeito aos Direitos Humanos não zera a Redação do Enem 2017

Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil é o tema escolhido para a redação do Enem 2017! Depois da polêmica sobre a regra aos participantes que desrespeitar os direitos humanos não vai acarretar em nota zero na redação do Enem 2017, enfim chegamos ao primeiro dia de provas do Enem 2017 – Exame Nacional do Ensino Médio. Hoje (05), os participantes já terão que desenvolver as suas redações. No fim da última semana, Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) tomou uma decisão provisória proibindo a anulação automática das redações que tiverem desrespeito aos direitos humanos.

O tema escolhido foi “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”, considerado pelos especialistas que já se manifestaram como difícil e específico demais para a maioria dos participantes. Quem tentar ir contra os direitos humanos certamente poderá incorrer em fuga do tema proposto.

Neste primeiro domingo de provas do Enem 2017, além da redação dissertativo-argumentativa, os candidatos deverão responder às 45 questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e às 45 questões de Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Decisão polêmica sobre os direitos humanos na redação do Enem 2017: Veja em que isso pode te afetar e quais as recomendações para seu texto Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil

 

Sem dúvidas, a decisão da Justiça Federal sobre o desrespeito aos direitos humanos na redação do Enem 2017 foi vista como polêmica para a maioria das pessoas. Mas, em que a nova regra pode afetar os estudantes?

Muitos participantes estão se sentido injustiçados, por saberem que vão respeitar os direitos humanos no desenvolvimento de seus textos, mas podem tirar notas menores do que aqueles que tiverem desrespeito.

Apesar disso, o conselho de especialistas é de que o fato não se torne um ponto de desequilíbrio entre os estudantes que já foram orientados a não entrar nesse tipo de assunto polêmico, focando em desenvolver uma dissertação rica em argumentos e teses que abordem uma proposta de solução para a problemática proposta.

Ao falarem sobre a decisão do TRF-1, o MEC (Ministério da Educação) e o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) disseram que “entendem que os participantes do Enem 2017 precisam fazer a prova com segurança jurídica e com a tranquilidade necessária ao Exame”. Desta maneira, decidiram acatar a decisão superior.

Quem desrespeitar os direitos humanos na redação do Enem 2017 será penalizado?

Na edição do ano passado, 84.236 estudantes ficaram com zero na redação. Desse total, 4.798 tiveram seus textos anulados por desrespeitarem os direitos humanos. Ao todo, foram corrigidas 5.881.213 redações. Neste ano, mais de 6,71 milhões de estudantes estão aptos a participarem das provas.

A Escola Sem Partido foi a responsável por mover uma ação judicial reivindicando a liberdade para desrespeitar os direitos humanos sem a anulação sumária da redação.

Assim, foi conseguido um aval provisório do TRF-1, suspendendo essa parte específica do edital do Enem 2017. No entanto, a decisão da Justiça Federal não mexeu nas regras que envolvem as cinco competências que são exigidas na redação.

Uma dessas competências, por sua vez, fala que o estudante precisa “elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos”.

Desta maneira, como cada uma das cinco competências serão avaliadas de 0 a 200 pontos, aqueles que desrespeitarem os direitos humanos poderão tirar, no máximo, 800 pontos na redação, visto que ainda receberão zero na competência relacionada.

Quais as competências da redação do Enem 2017? Possíveis Temas de Redação do Enem 2017

Conforme informamos, a correção das redações do Enem 2017 levará em conta cinco competências, sendo cada uma avaliada de 0 a 200 pontos:

  1. Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa;
  2. Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa;
  3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;
  4. Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  5. Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Quais motivos que ainda podem zerar a redação do Enem 2017? Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil. 

Excluída a possibilidade de zerar a redação por desrespeito aos direitos humanos, ainda restaram outros seis importantes aspectos que podem ser determinantes para uma nota mínima, caso não sejam levados em conta.

Portanto, fiquem atentos aos motivos que ainda podem zerar a redação do Enem 2017: Fuga ao tema, Texto insuficiente (menor do que sete linhas), Cópia integral do texto motivador, Parte do texto desconectada com o tema proposto, Texto integralmente em língua estrangeira, além de Assinatura, nome, apelido ou rubrica fora do local designado para a assinatura.

Veja mais sobre os temas possíveis temas da redação do Enem 2017 cogitados para o Exame. Desejamos toda a sorte possível para as provas. Conte com nossa torcida, mantenha o foco e boa sorte!

Quando sair do local de provas, acesse nosso site e confira o gabarito do Enem 2017 primeiro dia. Curta nossa página oficial no facebook e acompanhe as novidades com maior praticidade!

Possíveis Temas de Redação do Enem 2017

Vazou o tema da redação do Enem 2017? Nos últimos dias, surgiram alguns boatos sobre um possível vazamento das provas do Enem 2017 – Exame Nacional do Ensino Médio. No entanto, até então, tanto a Polícia Federal quanto o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) não confirmaram nenhum vazamento do Exame ou até mesmo do próprio tema da redação.

O Inep é uma autarquia ligada ao MEC (Ministério da Educação) responsável por organizar o Enem. Portanto, cabe ao Instituto elaborar o edital, organizar as provas, divulgar os resultados e zelar pela segurança do Exame.

Vazamento do Enem 2017 realmente aconteceu?

Possíveis Temas de Redação do Enem 2017

Nos últimos dias surgiram rumores sobre um possível vazamento do Enem 2017. Alguns canais do YouTube chegaram a postar vídeos com títulos que remetem ao vazamento das provas. Entretanto, as falsas notícias possuem um só objetivo: acumular visualizações, mesmo tumultuando a cabeça dos estudantes.

A verdade é que, até então, nenhum vazamento foi confirmado. Portanto, se você está inscrito para as provas que serão aplicadas nos próximos dias 05 e 12, não se deixe desestabilizar com essas falsas notícias que andam sendo disseminadas nos últimos dias.

Segurança do Enem 2017 foi reforçada

É inegável que a segurança das últimas edições do Exame Nacional do Ensino Médio foi repleta de falhas. No ano passado, por exemplo, participantes receberam através do celular algumas fotos da prova, além de terem acesso ao gabarito e ao tema da redação.

Visando corrigir o problema, o Inep anunciou uma série de medidas que visam reforçar a segurança do Enem 2017.

Entre as principais medidas, está a personalização dos cadernos de questões.

A partir deste ano, as provas já serão distribuídas com o nome e o número de inscrição do respectivo candidato. Os cartões de resposta, ou gabarito do Enem 2017, também serão personalizados e virão encartados junto dos cadernos de questões.

O Inep, além disso, anunciou que em cada local de prova do Enem 2017 serão utilizados detectores de pontos eletrônicos, visando identificar e penalizar todos os estudantes que tentarem se beneficiar nos dias de prova.

Quais os possíveis temas da redação do Enem 2017?

Sem dúvida alguma, uma das coisas que mais está mexendo com a cabeça dos candidatos às vésperas das provas é o tema da redação do Enem 2017. O assunto já foi escolhido e está sendo mantido em sigilo pela organização do Exame.

Nesta reta final, resolvemos ajudar enumerando os sete possíveis temas da redação do Enem 2017, conforme a seguir:

  • Combate à homofobia: caminhos e desafios;
  • Legado dos Jogos Olímpicos Rio 2016: heranças materiais e imateriais;
  • Bullying e Educação;
  • Qualidade de vida e mobilidade urbana;
  • Recursos naturais: como utilizar e preservar;
  • Impactos da crise hídrica na sociedade;
  • Meio ambiente e responsabilidade ambiental.

Ressaltamos que, nesta altura do campeonato, é proveitoso apenas praticar a escrita de redações relacionadas aos principais temas possíveis. Estudar o conteúdo das provas já não é mais uma boa escolha, visto que a mente também precisa ser preparada e descansada para os dias de prova.

Ao todo, serão 180 questões de múltipla escolha, divididas igualmente entre quatro áreas de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

As duas primeiras áreas serão aplicadas no primeiro domingo de provas (05), junto da redação, com tempo de 05h30min. Por sua vez, as duas últimas serão aplicadas no segundo domingo (12), em um tempo de 04h30min.

Os portões dos locais de prova serão abertos ao meio dia e fechados às 13h, com início do Exame marcado para as 13h30min, pontualmente. Em qualquer município será levado em conta o horário oficial de Brasília/DF.

Mantenha o foco nesses últimos dias, fique tranquilo e boa sorte nas provas. Curta a página do Enem 2017 no facebook e acompanhe todas as nossas publicações!

INEP Divulga Cartilha sobre Redação do ENEM 2017

Redação do Enem 2017: Cartilha do participante também é divulgada em Libras! O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou, no final da tarde desta segunda-feira (16), a cartilha do participante, também conhecida como cartilha da redação do Enem 2017 – Exame Nacional do Ensino Médio. O documento, que traz orientações a respeito da redação, foi divulgado tanto em arquivo para leitura quanto em vídeos traduzidos em Libras (Língua Brasileira de Sinais).

As provas do Enem 2017 serão aplicadas nos dois primeiros domingos do mês de novembro, dias 05 e 12, respectivamente. Ao todo, foram 7,6 milhões de candidatos inscritos para a edição deste ano.

Sistema de correção da Redação do Enem 2017 será mantido: Aplicação acontecerá no primeiro dia de provas

Imagem Guia do Participante Enem 2017

O Inep fará a correção da redação do Enem 2017 utilizando exatamente o mesmo sistema das últimas edições. Assim, seu valor máximo será de 1000 pontos, sendo esses divididos entre cinco competências, avaliadas de 0 a 200 pontos cada:

  • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa;
  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa;
  • Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;
  • Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  • Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

A cartilha do participante do Enem 2017 esclarece que os textos desenvolvidos pelos estudantes serão corrigidos por, no mínimo, dois professores diferentes, de maneira independente, sem que nenhum saiba da pontuação atribuída pelo outro. A nota final atribuída ao texto do candidato será uma média aritmética das notas finais estabelecidas pelos corretores.

Caso as notas atribuídas pelos dois corretores apresentem diferença total maior do que 100 pontos, ou superior a 80 pontos em qualquer uma das cinco competências, a redação será avaliada por um terceiro professor.

Assim, a nota final será então a média entre as duas notas totais que mais se aproximarem, observando novamente as discrepâncias. Caso elas permaneçam, a redação será então corrigida por uma banca composta por três novos professores, que atribuirão juntos a nota final à redação.

A única alteração envolvendo a redação do Enem 2017 está relacionada ao seu dia de aplicação. Nesta edição, ela será aplicada no primeiro dia (05), junto das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias.

No segundo dia (12) serão aplicadas as provas de Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Veja como acessar a Cartilha da Redação do Enem 2017: versão traduzida em Libras também já está disponível

Enem 2017 Inscrições

A cartilha de redação do Enem é publicada pelo Inep anualmente. Nesta edição, no entanto, a autarquia responsável por organizar o Exame brasileiro divulgou, além da versão em texto do documento, vídeos da cartilha traduzida em Libras.

A versão em texto da cartilha do participante do Enem 2017, está disponível para acesso neste link, dentro do portal do Inep. O documento de 50 páginas conta com dois capítulos, além da apresentação.

No primeiro capítulo, são descritas de maneira bem detalhada todas as cinco competências da matriz de referência para a redação do Enem 2017.

O segundo capítulo, por sua vez, conta com oito amostras de redações que atingiram nota 1000 no Exame do último ano. Além dos textos, é apresentada a proposta de redação da época e também são descritos comentários a respeito de cada uma das redações, auxiliando ainda mais no desenvolvimento intelectual do participante no tocante à prática para criação de seus próprios textos.

A versão em Libras da cartilha do participante do Enem 2017 está disponível no canal do Inep no YouTube. Através deste link, os candidatos podem assistir todos os 26 vídeos da cartilha que foram traduzidos para a Linguagem Brasileira de Sinais.

Leia outros artigos em nosso site e fique por dentro de tudo aquilo que precisa saber antes dos dias de prova. Curta a página do Enem 2017 no facebook e acompanhe todas as nossas publicações. Conte com nosso total apoio e boa sorte!